quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Mal-Criar


“A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas mostrou profunda consternação pela aprovação da nova lei do divórcio, estando certa de que com esta lei os divórcios dispararão em flecha e que os valores da família passarão a ser totalmente desvirtuados”.
Jornal Metro, 21 de Outubro de 2008

Perguntas: sendo associação, porque é que acreditam tão pouco no que defendem, que é a força da família!? basta-vos uma mudança na lei para que toda essa força vá pelo cano abaixo!? sabem que a referida lei não manda (que as pessoas se divorciem), apenas facilita (o fim do mal-estar)!? perceberam que ninguém desvirtua a família (numerosa ou não), mas apenas a defende contra valores nada recomendáveis!? que é assim que a associação consegue ser mais frágil que a família!?

E porque é que não disparam uma flecha pelo cú acima a ver se se calam um bocadinho?

3 comentários:

Anónimo disse...

Ó mlher, essa da flecha pelo cú acima foi inspirada na minha alegoria do corno do touro pelo cú acima do Camara Pereira... hihihih
Pior que isto , só mesmo aquela Alexandra Teté... da associação das mulheres procriadoras de rebanhos e parideiras...

Nuno Santos Carneiro disse...

Melhéir: foi triplamente inspirada. 1. na flecha que os referidos associados referem quanto ao "disparo" de divórcios; 2. naturalmente, na sugestão de tão querida amiga como és tu da cornada em semelhante secção corporal do fadista; 3. na reminiscência de uma noite com uma mana, que se lembrava da sugestão de um amigo de fazer trepar "internamente" um foguete até que uma certa política homofóbica endireitasse a cavidade oral, qual homenagem gay a tão linda senhora! :-)
Beijos.

miss sardine disse...

LOLLLLLLLLLL